João Marcos Ribeiro, de 60 anos, surpreendeu, este sábado, os familiares, quando apareceu vivo no próprio velório em Vitória da Conquista, no Brasil.

Segundo um dos filhos, a família recebeu a notícia da morte do pai no dia anterior, por volta das 16:30, explicando que tinha sido vítima de um acidente de viação.

O instituto de medicina legal da zona informou que o corpo tinha sido reconhecido por um dos filhos, emitindo de seguida a documentação necessária à realização do funeral.

«Ficamos o tempo todo ao lado da fogueira para velar o caixão. Ele estava desaparecido, mas na verdade estava a trabalhar», disse um dos cinco filhos, Gilberto Ribeiro, de 35 anos.

O funeral estava a realizar-se na casa da família, no bairro Campinhos, quando o homem chegou ao local e surpreendido, explicou que «estava a trabalhar».

No velório, ao contrário do momento em que alegadamente foi reconhecido, o «falecido» estava sem barba e bigode, criando a dúvida a um dos filhos, que sentiu a falta de um sinal no rosto do pai.

O corpo que estava no caixão regressou ao IML e ainda não foi identificado.