Mais de 285 mil pessoas já assinaram uma petição para que seja fechado um 'jardim zoológico' que existe dentro do centro comercial Grandview, em Guangzhou, na China, onde alguns animais estão presos e sujeitos a condições negligentes.

Um dos animais é um urso polar, que está em exposição ao serviço das selfies dos turistas e clientes que por lá passam. Um vídeo divulgado pelo grupo ativista Animals Asia, que criou a petição para a libertação dos animais, revela o estado em que o urso polar se encontra, naquele que é já considerado o "jardim zoológico mais triste do mundo"

Neste 'jardim zoológico' vive ainda um outro urso polar, seis baleias pequenas, cinco leões marinhos e um lobo.

De acordo com o The Mirror, muitos ativistas pelos direitos dos animais já criticaram as condições a que os animais são sujeitos. David Neale, diretor da associação Asia Animal Welfare, afirma que não há nenhum motivo para o animal estar preso:

Não existem desculpas para um animal estar preso desta maneira. Os ursos polares precisam de muito espaço, o suficiente para que consigam andar, correr e caçar."

O espaço não possuí as condições de habitabilidade para os animais e falta-lhes, sobretudo, espaço e luz natural. O ar triste e cansado do urso, que serve de fundo às fotografias, denuncia o ambiente desapropriado e as condições negligentes a que os animais estão sujeitos.