Várias são as fotos partilhadas nas redes sociais que ilustram a destruição e a fragilidade das pessoas atingidas pelo sismo que abalou o Nepal. Mas há uma fotografia que está na linha da frente das imagens mais partilhadas, mas pela razão errada: a imagem não foi captada após o sismo do Nepal.  
 
Apesar da imagem das duas crianças abraçadas se enquadrar no Nepal, a verdade é que a fotografia, que se tornou viral nas redes sociais em apenas alguns dias, não foi captada na sequência do terramoto. 

Na Son Nguyen, fotógrafo e autor da foto, explicou à BBC que a imagem remonta a outubro de 2007 e tem como pano de fundo uma aldeia remota na província de Ha Giang. 

"Estava a passar pela aldeia e fui interrompido pela presença de duas crianças a brincarem em frente à sua casa enquanto os pais trabalhavam no campo.

A menina com os seus dois anos de idade, estava a chorar devido à presença de um estranho. O irmão, de três ou mais anos de idade, abraçou-a para a reconfortar. "

Nguyen conta ainda que a fotografia foi publicada no blog pessoal e três anos mais tarde, surpreendentemente, foi partilhada por utilizadores no Facebook como uma ilustração de "órfãos abandonados". 

"Algumas pessoas ainda teceram histórias em torno da foto, como por exemplo: a mãe morreu e o pai deixou-os"


Anos depois, foi ainda partilhada como se retratasse crianças vítimas da Guerra Civil da Síria ou órfãos da Birmânia. 

Apesar dos esforços para explicar o contexto da fotografia e reivindicar os direitos de autor, o fotógrafo vietnamita encontrou sempre dificuldades.

"Esta é talvez a minha foto mais partilhada, infelizmente sempre no contexto errado"