Uma mãe foi apanhada, no Aeroporto Internacional de Ninoy Aquino, em Manila, nas Filipinas, a tentar viajar com um bebé escondido na mochila, noticia o «Manila Bulletin». A criança foi descoberta depois de a mulher ter passado a mochila pelo scanner do aeroporto na área de imigração.

Segundo o mesmo jornal, Jenifer Pavolaurea, cidadã da Papua Nova Guiné, foi chamada ao gabinete de imigração onde foi interrogada por ter permanecido no país sem documentos durante seis meses. Depois de pagar as multas, Jenifer pôde seguir viagem, mas foi intercetada na zona das partidas, onde o bebé foi descoberto dentro da mochila.

A jovem de 25 anos, mãe solteira e estudante de enfermagem, admitiu que tentou esconder o menino de dois meses na mochila porque não tinha os documentos necessários para regressar a casa com a criança.

Os funcionários do aeroporto revelaram que, quando foi descoberto no Terminal 1, o bebé estava a dormir profundamente. Durante o interrogatório, a polícia do aeroporto conseguiu confirmar que o menino era filho de Jenifer.

Nenhuma queixa foi apresentada contra a jovem e Jenifer foi autorizada a viajar para a Papua Nova Guiné com o filho.