Um automobilista que conduziu um Ferrari a 190 km/h numa zona onde não podia exceder os 50 km/h foi detido depois do vídeo do momento ter sido publicado no YoTtube pela pessoa que seguia com ele no veículo.

De acordo com o jornal The Mirror, o homem mentiu quando comprou o automóvel, garantindo ao dono do stand que tinha ganho 1,5 milhões de euros na lotaria.

No vídeo, o automobilista passa dos zero para os 160 km/h em apenas sete segundos, numa estrada em Lancashire, no Reino Unido. À medida que ele acelera, vemos outros carros a passar no sentido oposto, numa rua com apenas duas faixas.

Quando os dois amigos que seguiam no carro se desentenderam, o passageiro publicou o vídeo no YouTube e o condutor foi detido.

Estou habituado a conduzir carros potentes. Tive um Ferrari durante um ano”, explicou o homem numa entrevista. “Posso ter excedido o limite, ia um pouco rápido, mas nada de perigoso”.

A par do excesso de velocidade e de ter obtido o veículo de forma fraudulenta, burlando o stand, o automobilista, que trabalha na área financeira, está também acusado de outras burlas.

O homem sugeriu que o vídeo possa ter sido adulterado, alegando que o amigo pretendia obter dinheiro com a ameaça de colocar o vídeo no YouTube.