Numa tentativa de ensinar à filha os perigos das redes sociais e a rapidez com que se propaga a informação através destas, Kira Hudson colocou, na passada terça-feira, uma foto da sua filha e pediu para as pessoas a partilharem.

A imagem mostrava a filha a segurar uma folha onde se lia: «3/18/14: A minha mãe está a tentar mostrar-me a quantidade de pessoas que pode ver uma imagem assim quando é colocada na internet».

Na descrição da fotografia a mãe escreveu: «A minha filha de 12 anos não entende o porquê de não poder ter uma conta no Instagram ou no Facebook. Por favor «metam gosto e partilhem», para que ela compreenda.

O esforço da mulher acabou defraudado, tendo a foto da filha sido direcionada para o 4chan, um site de armazenamento de imagens. Como se ainda não chegasse, outros utilizadores descobriram as informações pessoais de Kira, tendo posteriormente, utilizado os dados para fazer partidas telefónicas e encomendado pizzas em seu nome, para a morada da mulher, reportou o «The Daily Dot».

De acordo com a mesma fonte, o site 4chan escreveu uma mensagem a Kira onde afirmava que «em vez de expor a sua filha ao ridículo na Internet, devia comunicar as suas preocupações em particular».

«Foi uma lição para mim e para a minha filha e aprendi rapidamente! Nunca pensei que a fotografia iria ganhar estas proporções. Foi certamente uma maneira de me abrir os olhos para o facto de que o meu perfil privado do Facebook, não é assim tão seguro», desculpou-se Kira, que removeu a imagem na quarta-feira à noite.