A polícia da Catalunha fez uma descoberta macabra num parque infantil de Girona: dois troços de dedos humanos, junto a um cutelo e a uma tábua de cortar com vestígios de sangue. A investigação que se seguiu levou à detenção de um homem suspeito de amputar os próprios dedos para ganhar dinheiro com seguros.

Os vestígios, encontrados por um agente fora de serviço num parque infantil, levaram à identificação de um homem que tinha dado entrada no hospital por ter sofrido a amputação de duas falanges da mão esquerda, revelaram nesta terça-feira os Mossos d¿Esquadra. Já não foi possível voltar a implantar os membros, porque tinha passado demasiado tempo.

O homem, de 31 anos e nacionalidade paquistanesa, disse que tinha perdido os dedos de forma acidental em casa, quando cortava carne, mas a polícia desconfiou, relata o jornal 20minutos.

Os Mossos d¿Esquadra vieram a descobrir que o homem tinha contratos com pelo menos seis seguradoras da região, com as quais já tinha iniciado negociações para receber indemnizações, as quais chegariam aos 122 mil euros.

A polícia revela ainda que o mesmo homem já tinha recebido em 2013 mais de 24 mil euros de indemnização de duas seguradoras, alegando lesões na mão direita que teria sofrido no Paquistão.