Um homem nos Estados Unidos da América esperou três semanas para dizer à mulher que ganhou dois milhões de dólares (1.834.021 milhões de euros) na lotaria. Robert Bowlin, de 60 anos, guardou segredo para fazer uma surpresa à mulher no Natal.

De acordo com a ABC News, o homem, que vive em Platte City, no Estado do Missouri, comprou o bilhete premiado numa loja de conveniência e ficou a saber a 3 de dezembro de 2015 que tinha ganho o “jackpot” da Lotaria do Missouri no sorteio da noite anterior.

“Depois de olhar para os números várias vezes, finalmente percebi que tinha ganho”, disse Robert Bowlin aos funcionários da Loteria de Missouri, de acordo com um comunicado de imprensa divulgado na quarta-feira.


Em vez de correr para casa para contar à família, Bowlin, casado e pai de três filhos e avô de dois netos, falou apenas com um consultor financeiro e um contabilista.

Robert Bowlin esperou três semanas para dizer à esposa, surpreendendo-a no Natal com a notícia de que agora são milionários.

"Ela pensou que eu estava a brincar com ela", conta Bowlin. "Mas quando percebeu que eu não estava brincar, ficou feliz. Parecia que ficou doente do estômago", acrescenta.

Bowlin reclamou o prémio no dia 29 de dezembro. Foi um dos dois apostadores que ganhou o primeiro prémio da lotaria, um “jackpot” de quatro milhões de dólares que foi dividido por dois.

Robert Bowlin, um engenheiro aposentado, afirma que ainda não tem planos para os dois milhões que ganhou, mas revela que pretende continuar a jogar na lotaria.

“O recém-milionário terá de deduzir 29% em impostos do prémio de dois milhões de dólares”, referiu a ABC News uma porta-voz da Lotaria do Missouri.