O pastor da igreja Batista de Pleasant Grove, Thomas A. Harris III, confessou que ficou surpreso quando recebeu uma carta, no dia 31 de agosto, que dizia que o órgão, a bateria e as vozes usados durante os ensaios semanais do coro incomodavam os vizinhos.

Devido ao barulho excessivo, que viola a lei da cidade, a igreja podia enfrentar uma sanção de mais de três mil dólares e várias multas diárias de 500 dólares.

 

"Isso é estranho. É completamente inédito uma igreja ser multada por causa do barulho alegre. Se você estiver num berçário vai ouvir bebés a chorar, se você estiver junto de uma igreja, você vai ouvir barulho.” , afirmou o pastor ao “San Francisco Chronicle”.

Apesar de na denúncia ser referido que a música alta decorre muitas vezes até às 2:00 da madrugada, segundo o pastor da igreja, os ensaios terminam às 21:00.

 

"Vamos tentar trabalhar em comunidade. Nós não queremos desrespeitar, mas nós também não queremos ser desrespeitados” .

Karen Boyd, uma porta-voz do município, garantiu que a carta foi apenas um aviso de cortesia, assegurando que a câmara local não tem intenção de multar a igreja.