Um nadador britânico terá sido protegido por golfinhos enquanto completava a sua «maratona» de cerca de 30 quilómetros no Estreito Cook, na Nova Zelândia.

De acordo com o «Yahoo! News», o próprio afirmou que estava a ser seguido por um tubarão branco, mas um grupo de golfinhos veio em seu auxílio e durante uma hora não o largaram, até que o tubarão desaparecesse.

Adam Walker, de 22 anos, tinha tomado a iniciativa na esperança de angariar fundos para associações sem fundo lucrativo que protegem baleias e golfinhos.

No dia seguinte, Walker colocou algumas fotografias dos seus guardiões no Facebook. «Quero acreditar que me estavam a proteger e a guiar-me até casa», descreveu.

O britânico demorou oito horas e 36 minutos a concluir esta etapa.

O jovem comprometeu-se a percorrer um total de sete canais a nado. Para já Walker passou o Canal Inglês, Estreito de Gibraltar, Canal de Molokai, Canal de Catalina e o Canal Tsugaru, restando-lhe apenas duas «provas». No mês de agosto pretende nadar através do Canal do Norte, que separa a Irlanda do Norte e a Escócia.