Esther só está matriculada na Universidade há três semanas e já conseguiu ser a melhor aluna da turma, com um 100% num exame recente, adianta o jornal «Birmingham Mail», que conta a história da menina-prodígio.

 

O jeito para os números parece ser uma coisa de família. O irmão mais novo, Isaiah, de 10 anos, já é o melhor aluno da turma a Matemática.

 

A entrada de Esther para o Ensino Superior chegou às mais altas esferas. «Tivemos até de conversar com o vice-reitor. Depois que a entrevistou, percebeu que tem sido sua ideia desde o início», contou a mãe da menina, Efe.

 

«Desde os sete anos, que a Esther queria ir para a Universidade», acrescentou a mulher, citada pelo jornal.

Efe conta que adiou a decisão, por considerar que era cedo demais. Mas chegou a um certo ponto que teve de ceder às pretensões da filha, que, aos 10 anos, chegou junto da mãe e disse: «Acho que está na hora, mãe».

 

Esther iniciou o processo de matrícula em agosto. Depois de várias entrevistas e exames, recebeu a boa notícia em dezembro.