Uma mulher residente no Texas, nos Estados Unidos, acordou de uma cirurgia à mandíbula com um sotaque diferente. Lisa Alamia passou a falar como alguém que nasceu na Inglaterra, ou seja, com sotaque britânico.

De acordo com a ABC News, o mais curioso é que Lisa apenas saiu dos Estados Unidos uma única vez, em viagem até ao México, ou seja, nunca teve contacto com os britânicos.

O fenómeno está a intrigar os especialistas, que identificaram o problema como Síndrome do Sotaque Estrangeiro.

Segundo conta o jornal, a norte-americana foi operada há seis meses para resolver um problema ortodôntico e, após a cirurgia, foi o marido o primeiro a dar conta que o sotaque de Lisa não estava igual. Durante uma consulta ao médico, Richard decidiu perguntar se o que estava "a acontecer com a voz" da mulher era "normal" e o médico disse-lhe que sim e que desapareceria dentro de dois dias.

Mas, o sotaque de Lisa não voltou ao normal e os filhos e as pessoas mais próximas começaram a achar que a mulher estava a fingir.

As pessoas que não me conhecem perguntam-me de onde sou. Eu digo que sou de Rosenberg (Texas) e elas perguntam ‘se és daqui porque é que falas assim?’”, contou a mulher à TV KHOU.

Após a realização de exames médicos, os médicos conseguiram diagnosticar o síndrome e indicaram-lhe sessões de terapia da fala.

Apesar do transtorno que a perturbação causa no dia-a-dia da norte-americana, Lisa espera que um dia possa ver-se livre do sotaque britânico e ter o seu sotaque de volta.

De acordo com a Sky News, que cita o hospital principal do Texas, este distúrbio psicológico pode ser permanente e, no último século, afetou cerca de uma centena de pessoas no mundo.