Badajoz. E até se dava um caramelo a quem pudesse adivinhar o que iria acontecer quando, na semana passada, os juvenis do Sporting La Garrovilla visitaram os adversários do Calamonte.

Cumpridos os pouco mais de 20 minutos de viagem entre os dois "pueblos" da província de Badajoz, sucedeu que os visitados, os juvenis do Calamonte, só tinham seis jogadores para disputar a partida de andebol de sete.

Se têm de jogar só com seis putos, tiro um dos meus e ficamos em igualdade", foi a sentença do treinador adversário que caiu bem, muito bem, mesmo, ao líder da equipa do Calamonte, Manuel García Blázquez.

E mais sensibilizado ficou quando, imagine-se, um dos seus seis jogadores se magoou. Aí o treinador adversário não esteve com meias medidas e retirou outro dos seus jogadores do Sporting La Garrovilla.

É uma lição para o desporto que merece ser difundida", foi a consideração final de García Blázquez, que aproveitou a rede Facebook para divulgar o sucedido e agradecer ao colega do Sporting La Garrovilla.

O caso ocorrido no jogo de andebolistas juvenis, com 15 e 16 anos, tornou-se motivo de conversa em toda a região da Extremadura espanhola.

No fim, já agora, regista-se o resultado da partida. Mesmo querendo jogar em igualdade de circunstâncias, o visitante La Garrovilla venceu por uns expressivos 39-17.