Uma venda mal sucedida e desastrada esteve na origem de tudo. Até porque se uma abelha pode incomodar muita gente, imagine-se, se foram entre 30 mil a 60 mil.

Tudo aconteceu, segundo a cadeia de televisão Fox News, quando um criador estava a tentar vender três colmeias no parque de estacionamento de um hipermercado Walmart, na cidade norte-americana de Oklahoma. Deixou fugir um ou mais enxames e instalou-se o caos.

O hipermercado foi evacuado, os acessos estiveram interditos durante várias horas, enquanto as forças de segurança tentavam manter as pessoas em segurança.

Foram chamados os bombeiros locais que, recorrendo às mangueiras, tentaram afastar as abelhas da zona. Ainda assim, entre as pessoas que foram picadas, três tiveram de ser internadas. Duas delas estão mesmo em estado grave.

A culpa da feromona

Durante o ataque das abelas, houve quem pedisse ajuda à Associação de Apiários de Oklahoma. O primeiro apicultor a chegar ao local, Darell Baker, explicou à televisão Fox News, que as abelhas quando picam libertam uma feromona, uma substância química que atrai outras da sua espécie, e as "convida" a fazer o mesmo. Conclusão: uma mesma pessoa pode tornar-se um alvo preferencial e ser picada várias vezes.

Daí que o ataque de um enxame pode ser deveras perigoso. De acordo De acordo com as autoridades médicas da cidade, uma pessoa picada várias vezes, pode ser afetada ao nível da visão e das funções respiratórias.

Pior ainda, caso a vítima seja alérgica à picada das abelhas, corre o risco de ter um choque anafilático, uma reação alérgica grave, que pode levar à morte.