Uma família londrina não ganhou para o susto depois de ter recebido em casa uma encomenda de mercearia de luxo: escondida num cacho de bananas estava uma aranha armadeira brasileira, cujo veneno é considerado o mais tóxico do mundo.

O casal acabou por ter de abandonar a casa durante alguns dias por causa da natureza agressiva da aranha, que tende a atacar pessoas quando se encontra encurralada. Mesmo os funcionários da empresa que fez a entrega, e que se disponibilizou a ajudar, fugiram da casa.

A polícia londrina recusou tentar neutralizar a aranha e só vários dias depois é que um serviço especializado de controlo de pestes conseguiu destruir a aranha e os ovos, que o animal tinha depositado num saco.

Uma mordida desta aranha causa dores muito intensas e paralisia muscular frequentemente fatal. A impotência sexual é uma sequela comum entre os sobreviventes.