Um desentendimento entre tripulantes da Easyjet obrigou o avião, que fazia a ligação entre Londres e Belfast, a uma aterragem de emergência para que a tripulação fosse substituída. O episódio provocou um atraso de cerca de uma hora e o desagrado dos passageiros foi partilhado no Twitter.

O voo EZY835 da Easyjet saiu do aeroporto Gatwick, em Londres, com destino a Belfast. Pouco depois de ter iniciado a viagem, o avião voltou ao terminal da capital inglesa porque dois funcionários da empresa tinham-se envolvido numa acesa discussão e era preciso substitui-los.

Já em terra, o processo não foi célere e os passageiros demoraram algum tempo para compreender o que se estava a passar.

Entre os passageiros do voo EZY835 estava o produtor britânico Dan Lobb que não poupou críticas à empresa através da rede social.

Isto é incrível. Todos trabalhamos com pessoas de quem não gostamos, certo? Mas isso não significa atrasar um voo uma hora!!”, lê-se numa publicação.

Noutro comentário, Dan Lobb escreveu que o piloto falou aos passageiros e pediu paciência, compreensão e referiu que seriam distribuídas águas, pedindo ainda que as pessoas se mantivessem sentadas e com os cintos de segurança colocados.

Confrontada pela CNN com o episódio, a Easyjet reagiu em comunicado e explicou o que aconteceu. A empresa confirmou o desentendimento entre dois funcionários e reiterou que o regresso ao aeroporto para substituir a tripulação faz parte dos procedimentos de segurança.

“A segurança e bem-estar dos nossos passageiros e tripulação fazem parte das nossas prioridades, e para isso é preciso que os nossos funcionários trabalhem em equipa”, lê-se no comunicado.