Os passageiros a bordo de um Airbus 319 da EasyJet, que faria a ligação entre Londres e Málaga, ouviram na semana passada um pedido invulgar. O comandante solicitou que os passageiros se voluntariassem para desistir do voo e receberiam em troca uma compensação de 250 libras (315 euros) cada. Tudo porque o vento que se fazia sentir tornava a descolagem perigosa do aeroporto de Southend com o peso de 156 passageiros a bordo, noticia o «Daily Mail».

O impasse adiou o início da viagem por mais de uma hora, enquanto eram escolhidos os passageiros que deveriam abandonar o avião. «Bastantes pessoas puseram a mão no ar e a EasyJet selecionou alguns aleatoriamente», relatou ao «The Sun» um dos passageiros, Nick Pisa.

No total, foram escolhidas 10 pessoas, de vários pesos e com e sem bagagem.

«O maior mistério é o facto de eles terem pedido exatamente 10 passageiros para abandonarem o voo, mas alguns eram gordos, alguns eram magros, alguns tinham bagagem e outros não. Como é que eles podiam ter certeza que, com a saída daqueles 10 passageiros, o avião atingia um peso seguro? Não é muito reconfortante», questionou ainda Nick Pisa.

Em declarações ao «Daily Mail» um porta-voz da EasyJet confirmou que alguns passageiros de um voo recente de Londres para Málaga foram convidados a desistir do voo. «Como todas as companhias aéreas, calculamos o peso usando médias elevadas estimadas para homens e mulheres, juntamente com 20 quilos de bagagem», afirmou o mesmo porta-voz.