Uma gafe de Donald Trump está a dar que falar. O aspirante a candidato às presidenciais norte-americanas pelo Partido Republicano falava do 11 de setembro num comício, esta segunda-feira, quando em vez de dizer “nine eleven” (11 de setembro) disse “seven eleven” (sete de julho)”. Ora “seven eleven” é o nome de uma cadeia de supermercados muito conhecida nos Estados Unidos.

A acidental troca de palavras aconteceu em Buffalo, a segunda cidade mais populosa do estado de Nova Iorque, perante uma plateia com cerca de 11 mil pessoas. Trump recordava os atentados que abalaram os Estados Unidos em 2001, afirmando que assistiu de perto ao trabalho das equipas no terreno.

“Eu estava lá em baixo. Eu vi a nossa polícia e os nossos bombeiros no terreno no sete de julho, no World Trade Center logo depois de este ter colapsado. E vi as melhores pessoas que podia ter visto em ação.”

Não é claro se o magnata norte-americano se aperceber da gafe. Certo é que Trump não se corrigiu e prosseguiu o discurso.

O discurso foi feito na véspera das primárias de Nova Iorque, estado onde o aspirante a candidato pelos republicanos espera uma grande vitória.