Uma mulher dada como desaparecida, e que a polícia acreditava estar morta, apareceu depois de ter sido vista pela última vez em 1961. Está a morar em Yukon, Canadá, com nova família, e encontra-se bem de saúde.

Lucy Johnson, agora com 77 anos, desapareceu há 52 anos de British Columbia, também no Canadá. A polícia abriu uma investigação investigação, chegando a escavar as traseiras da sua casa à procura de provas, mas nunca encontrou nada.

Em junho, a polícia de Surrey voltou a referir o caso numa tentativa de encontrar novas pistas para casos arquivados de pessoas desaparecidas. Linda, a filha, publicou também um anúncio num jornal local.

Pouco tempo depois, a polícia recebeu uma chamada da meia-irmã de Linda, que não sabia existir, a dizer que a mãe delas estava a morar em Yukon, refere a AFP.

Resta agora perceber quais foram as razões para a fuga de Lucy.