Correr com a mulher às costas pode não ser uma tarefa fácil. As caras de esforço dos homens que participaram no domingo nesta corrida, no Maine, nos Estados Unidos, ilustram bem as dificuldades e os obstáculos. Pois, não bastava correr: esta era também uma corrida de obstáculos.

Uma prova de resistência, do casal e do amor que os une. Uma prova de obstáculos, físicos e quiçá da relação também.

Esta corrida faz jus à expressão «por trás de um homem há sempre uma grande mulher» e, na verdade, bem seguras às costas dos homens, elas também foram umas heroínas. Afinal, não é fácil estar tanto tempo de cabeça para baixo.

Felizes para sempre ou não - não sabemos - Christina Arsenault e Jesse Wall mostraram-se felizes ao vencer a 15ª edição da corrida.