Clitellata

“Pode parecer que [a amostra] esteja preservada em detalhes perfeitos, mas, no final, a estrutura em si está fossilizada”, elucidou o paleontologista Benjamin Bomfleur, que faz parte da equipa da descoberta.

“Temos a forma exterior e a forma das células do espermatozoide preservadas. Podemos até ter uma formação anatómica interna das células do espermatozoide também preservada, mas não há certezas sobre isso ainda”, acrescentou o especialista.