Um chinês de 29 anos está a ser «injustiçado» por não ter clientes, alega o próprio em declarações a um canal de televisão chinês. O jovem diz ser perito em massagens dos seios, mas a desconfiança dos maridos das clientes está a deixá-lo de mãos vazios.

Yang Jun, morador da província chinesa de Henan, define-se como um profissional extremamente qualificado. As massagens que faz destinam-se a melhoria da produção do leite materno, mas os maridos das clientes estão a acusá-lo de burla.

Segundo a imprensa local, Yang é um dos três profissionais que obtiveram um certificado no curso de amamentação. No serviço que presta, o jovem faz massagens nos seios de mulheres durante 90 minutos para auxiliar a produção de leite materno e cobra 20 euros.

O jovem massagista ainda consegui duas clientes, mas ausência de novas solicitações já o levaram a repensar a opção de carreira. «Se calhar não foi uma boa ideia. Os homens suspeitam muito».