Uma mulher foi mordida por uma cobra que estava preservada numa garrafa de vinho, na província de Heilongjiang, na China. A cobra saltou da garrafa assim que o recipiente foi aberto. A mulher teve de receber tratamento hospitalar.

De acordo com o jornal «Global Times», citado pelo portal G1, a mulher foi mordida quando decidiu acrescentar mais vinho à garrafa que continha a cobra. A mulher diz que comprou a garrafa com a cobra já dentro, ainda viva, em Junho deste ano e diz que costuma consumir frequentemente vinho para combater o reumatismo.

Bebidas alcoólicas com cobras preservadas são comuns na China, por causa das alegadas propriedades medicinais.