As autoridades divulgaram as imagens que mostram cerca de duas mil peças de roupa íntima feminina que um homem roubou às vizinhas na cidade de Yulin, na região de Guangxi, China.

O homem escondia as peças num teto falso das escadas do prédio onde residia. O esconderijo foi revelado quando o teto das escadas cedeu com o peso da roupa e sutiãs e calcinhas de todas as cores ficaram à mostra.
 
De acordo com a agência Reuters, o homem, de sobrenome Tang, tem cerca de 30 anos. Admitiu às autoridades ter problemas mentais desde criança, mas não se lembra há quanto tempo tem obsessão por roupa interior de mulheres.