A polícia da Catalunha apanhou um homem acusado de seduzir mulheres para lhes roubar o o dinheiro e as joias. Albert Cavallé, de 36 anos, é acusado por 17 mulheres.

Cavallé foi detido pelos Mossos d’Esquadra no bairro de Eixample, mas acabou por ficar em liberdade sob caução.

Ainda que breve, a sua detenção serviu para as autoridades conseguirem mais pormenores sobre o método deste sedutor profissional.

Ora, o homem, que foi ouvido por um juiz de instrução, explicou que procurava mulheres de meia-idade através das redes sociais.

Seduzia-as, ganhava a confiança das vítimas e começava uma relação amorosa com elas.

Primeiro, apresentava-se como uma pessoa de grandes recursos económicos, mas, a um dado momento, sob um determinado pretexto, acabava por lhes pedir dinheiro. E em alguns casos, chegou a conseguir objetos de valor e cartões de crédito.

Depois, utilizava esse dinheiro para comprar objetos caros, que depressa vendia e transformava em dinheiro. Dinheiro que gastava em álcool, cocaína, estadias em hotéis de luxo e prostitutas.

Cavallé desaparecia sem deixar rasto e quando as vítimas tentavam entrar em contacto com ele, eram ameaçadas.

Ignasi Hortelano, da unidade de investigação dos Mossos d’Esquadra de Eixample, contou ao El País que não foi difícil apanhar o indivíduo, uma vez que ele usava, na maioria dos casos, o seu nome e apelido verdadeiros.

De acordo com o mesmo responsável, a primeira denúncia contra Cavallé remonta a um caso que aconteceu em 2013. Hortelano afirmou ainda que, agora que o homem foi apanhado, podem surgir novas vítimas.