Um norte-americano foi preso por carregar o seu carro elétrico numa escola, no estado da Geórgia, EUA, onde o seu filho tem aulas de ténis.

Kaveh Kamooneh foi buscar o filho à escola e ligou o seu «Nissan Leaf» a uma tomada sem pedir autorização, «roubando» o equivalente a cinco cêntimos de eletricidade, revelou a NBC.

Kamooneh teve de passar o dia na cadeia, antes de ser libertado sob uma fiança de 150 dólares (cerca de 110 euros).

«Estou à espera que passem a prender [também] os que bebem água e carregam os telemóveis [na escola]», disse o detido à televisão.

Segundo o «Mashable», o homem admitiu que já carregou o carro muitas vezes naquele local, e só foi descoberto porque alguém, propositadamente, avisou a polícia.

Um agente foi ao local e desligou a tomada, mas foi confrontado por Kamooneh, que o acusou de entrar no seu veículo. Gerou-se uma discussão e o dono do carro acabou por ser preso.

Kaveh Kamooneh vai ser acusado de roubo menor, mas um advogado local, contactado pelo «Mashable», acredita que o caso será dispensado.