Wayne Klinkel conseguiu que o departamento do tesouro dos EUA lhe devolvesse 500 dólares que haviam sido comidos e digeridos pelo seu cão.

Em Abril deste ano «Sundance», nome do animal, havia devorado a quantia citada quando os donos se encontravam distraídos. No entanto, Klinkel conseguiu recuperar partes das notas das fezes de «Sundance» e tratou de os enviar para o departamento do tesouro para devida verificação, numa tentativa de recuperar o dinheiro.

O pedido foi bem-aceite e o cheque do DTA chegou ontem e até já foi, ironicamente, ostentado pelo animal (na foto abaixo).