Um sacerdote brasileiro foi suspenso das suas funções pela igreja Católica por ter aparecer nu em fotografias que estão a circular nas redes sociais, informou este domingo a imprensa local.

O padre, cujo nome não foi divulgado, pertencia à igreja da pequena cidade de Miracema, no norte do estado do Rio de Janeiro, e justificou perante a diocese de Campos de Goytacazes, da qual depende, que foi vítima de uma chantagem.

Segundo o canal de notícias da rede Globo, «selfies» do sacerdote nu começaram a circular na internet e chegaram às autoridades religiosas, que decidiram suspende-lo do cargo no sábado.

O sacerdote, de 40 anos, contou que as fotos foram divulgadas por uma mulher com a qual manteve uma relação exclusivamente através de redes sociais.

Segundo a diocese, o padre disse que foi vítima de uma chantagem através da internet.