Muitos casais guardam um álbum fotográfico da gravidez, mas uma família de São Paulo, no Brasil, resolveu fazer algo diferente.

Elaine Vidal já é mãe de duas meninas, mas sempre quis adotar. Depois de ter feito sessões fotográficas durante as duas gravidezes, esta família resolveu fazer o mesmo para o filho adotivo que esperam, mesmo sem uma barriga para exibir nas fotografias.

Elaine e o marido, Rogério Ramos Vidal, sonham com três filhos desde a altura do namoro, independentemente do sexo das crianças e desejavam que um deles fosse adotado.

Se a primeira gravidez correu bem, a segunda gestação veio após três anos de tentativas e um tratamento de fertilização.

Há três anos, o casal decidiu dar entrada com o processo de adoção para a chegada do terceiro filho. Depois de um longo processo, a justiça brasileira considerou a família de Elaine apta para adotar e agora a família aguarda a chegada da criança.

 A ideia de criar um álbum para o filho adotivo surgiu através de conversas com as filhas, que adoram ver os álbuns de Elaine quando estava grávida delas e também participaram nas fotografias.