Azul e preto ou branco e dourado? O vestido da polémica no início de 2015 volta a estar nas bocas do mundo, desta vez por causa dos direitos de autor da imagem que deu origem à controvérsia.
 
Paul Jinks e Cecilia Bleasdale, o casal que comprou o vestido e tirou a fotografia, exigem agora, quase um ano depois, o crédito e ganhos pelas imagens que rodaram o mundo.
 
 Segundo eles, a filha de Cecilia estava de casamento marcado e o casal foi comprar um vestido para a mãe da noiva. A mulher tirou três fotografias, de três vestidos diferentes, e enviou para a filha. Para sua surpresa, a filha respondeu: “Este é lindo, mamãe. O branco e dourado”. A noiva referia-se ao vestido azul e preto.
 
Cecilia Bleasdale diz que agora, olhando para trás, se sente frustrada por ela e o marido, não terem sido tidos nem achados depois de a noiva ter partilhado a fotografia e uma amiga da noiva (a cantora que animou o casamento) ter feito o mesmo e a imagem se ter tornado viral.
 

“Bem, nós fomos deixados completamente de fora da história”, diz o marido, Paul Jinks.

 

“Tudo aconteceu tão rápido, nós não tivemos controle”, acrescenta Cecilia.

 
O casal contratou agora um advogado para avançar com um potencial processo judicial para requerer os direitos autorais da imagem.