Apesar do atraso que isso provocou, nenhum dos passageiros se terá queixado, uma vez que a imagem sobre as fontes de lava que emergiam do vulcão era incrível.

Muitos foram os que aproveitaram para captar o momento e tirar fotografias.

A companhia aérea partilhou, no Twitter, uma imagem enviada por um passageiro que ilustra essa passagem.

Gisli Olafsson, responsável pela monitorização da atividade vulcânica da Islândia, esclareceu no Twitter que se tratou de um desvio completamente seguro.

O desvio foi possível porque não existiam nuvens de cinzas, pelo que as manobras do piloto eram

consideradas seguras.