O telemóvel que um polícia militar trazia no bolso salvou-lhe a vida depois de ter evitado que uma bala lhe acertasse. O incidente ocorreu em Araraquara, no Brasil, na quinta-feira. O agente, que naquele dia se encontrava de folga, chegou a casa e deparou-se com dois indivíduos que faziam da sua família reféns.

De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 13:00, a mãe do agente foi abordada por um dos intervenientes na rua. O assaltante levou-a para dentro de casa. Dentro da residência estava também o marido e outro familiar. Os três ficaram sob o olhar atento de um dos criminosos durante cerca de 30 minutos, enquanto o outro esperava numa mota na rua.

Segundo o «G1», o filho de 24 anos estava de folga e chegou, entretanto, à casa da mãe com o intuito de lhe pedir para lavar a farda. Acabou, igualmente, por ficar sequestrado, mas ao dar a entender que era polícia militar, o ladrão disparou por duas vezes.

Um dos tiros acertou nas nádegas do homem, contudo não feriu o agente que trazia o telemóvel no bolso e este terá desviado a bala. A outra acabaria por atingir o portão de uma casa vizinha.

Os dois suspeitos, ainda a monte, conseguiram fugir levando telemóveis, relógios, joias e dinheiro.

A Polícia Civil informou que já se encontra na posse de algumas pistas que poderão levar à detenção dos dois homens.