A foto não é atual, mas a divulgação da mesma pela rádio australiana 3AW fez com que se tornasse viral nas redes sociais e na imprensa internacional.

Um pescador profissional, não identificado, capturou um tubarão para consumo humano e depois de se certificar que este estava mesmo morto, entrou no animal, passou uma mão por uma das guelras e espetou uma faca na cabeça do tubarão, simulando que o estava a matar.

Apesar de a fotografia ter encenada, a imagem recebeu o título de «Shark Slayer» (matador de tubarões) e esteve «exposta no hall do hotel durante vários anos ao lado de outras fotos de pesca», revelou o hotel Metung na sua página do Facebook.

«O tubarão foi capturado por um pescador profissional. A foto esteve exposta no nosso hall durante vários anos ao lado de outras fotos de pesca. Não houve dinheiro envolvido. O tubarão foi capturado para consumo humano e não para a foto e a motivação dele foi mostrar como reagiria se um tubarão o mordesse. Garanto que a foto não foi photoshopada», pode ler-se na legenda da foto.

Ouça a explicação dos locutores da rádio australiana