Um crocodilo fez um homem «refém» numa ilha australiana durante duas semanas. O homem não conseguiu sair da ilha, com medo de ser comido sempre que tentava escapar.

O neozelandês, conhecido por «Ryan», foi transportado para a Governor Island de barco e era suposto fazer a travessia de quatro quilómetros até à Austrália num caiaque, escreve a Sky News.

No entanto, e segundo revelou aos que o resgataram, sempre que tentava sair da ilha, o réptil gigante, com cerca de seis metros, perseguia-o e parecia que ia atacar a qualquer momento.

Durante dias ficou na ilha, onde acreditava estar mais seguro, à medida que os alimentos e a água potável iam acabando.

Duas semanas depois, um outro homem, Don Macleod, avistou uma luz e reconheceu a necessidade de alguém ser ajudado. Quando chegou à ilha, no sábado, encontrou Ryan, que estava «muito angustiado».

Ryan está agora a recuperar longe do crocodilo.