Um homem de 28 anos, suspeito de assaltar uma mulher com alguma violência, pediu amizade à vítima no Facebook, no dia seguinte ao crime. A vítima tê-lo-á reconhecido através de uma tatuagem no pescoço.

De acordo com a ABCNews, Riley Allen Mullins foi acusado por um tribunal da cidade de Kitsap, no estado norte-americano de Washington, na última sexta-feira de roubo em segundo grau.

A mulher aguardava sentada, no terminal de ferry de Bremerton, na quinta-feira, enquanto ouvia música com os seus headphones. Foi atingida na cabeça por trás por um homem que lhe roubou o iPod e a carteira e fugiu. Ela não chegou a ver o rosto ao homem, mas identificou com exatidão uma tatuagem que ele tinha no pescoço.

No dia seguinte, a mulher recebeu um pedido de amizade no Facebook e reconheceu o homem que a tinha assaltado no dia anterior. As autoridades confirmaram que a conta de Facebook pertencia ao Riley Mullins, que tinha como fotografia de perfil a mesma tatuagem que a mulher tinha reconhecido.