A polícia indiana procura os responsáveis por um assalto a um banco, que escavaram um túnel de 40 metros para entrar no edifício e fugiram com centenas de milhares de dólares.

 

De acordo com a agência noticiosa indiana Press Trust (PTI), que cita a polícia, os assaltantes escavaram um túnel de 40 metros desde uma casa da vizinhança até ao banco estatal National Punjab, no estado de Haryana, e roubaram dinheiro, joias e outros valores durante o fim de semana.

 

«O trabalho dos ladrões foi facilitado pelo material do chão do cofre, um cimento habitualmente utilizado em casas», disse à PTI Arun Nehra, um agente da polícia estatal, acrescentando que os assaltantes utilizaram ferramentas simples de ferro.

 

O valor exato dos itens roubados de 77 dos 350 cofres ainda não foi calculado, anunciou o agente.

 

Os funcionários do banco, que descobriram na segunda-feira o buraco no chão, negaram as afirmações de Nehra sobre a má construção do chão, alegando que o pavimento fora construído consoante as indicações do Banco Central Indiano.

 

«O chão tinha oito a nove centímetros de espessura. Até as paredes foram construídas com betão armado», referiu Malik, gerente do banco.

 

O assalto tem semelhanças com o enredo do filme de Bollywood «Dhoom» («Explosão»), em que um gangue de motoqueiros arromba uma série de cofres bancários.

 

O banco tem 35.000 titulares de contas com depósitos no valor de cerca de 15 milhões de euros (20 milhões de dólares), referiu Malik.

 

A polícia anunciou que foi formada uma equipa de investigação para averiguar o roubo, mas que ainda não foram feitas detenções.