Um homem apanhado em flagrante a cometer um assalto para impressionar um amigo em 1978, pediu desculpas pelo sucedido à sua vítima 35 anos depois... no Facebook.

Segundo a «Sky News», Michael Goodman, agora com 53 anos, adolescente na altura, roubou o bilhete de autocarro a Claude Soffel à porta de um museu em Nova Iorque para impressionar um amigo que não acreditava que ele fazia parte de um gangue.

Por azar do assaltante, a polícia estava por perto e Goodman foi detido quase imediatamente.

Agora, 35 anos depois, Goodman reconheceu a sua vitima nos comentários de uma publicação de uma pastelaria no Facebook e tratou de lhe pedir desculpas.

«Por algum motivo haviam polícias "à civil" no local e fui preso na hora. O meu pai teve de deixar o trabalho para me ir buscar e ele não estava contente, no mínimo», escreveu Goodman. «Eu nunca esqueci o incidente nem o teu nome (perseguiu-me um pouco durante toda a vida)».

«Finalmente posso dizer... Peço imensas desculpas pelo que passaste naquele longínquo dia, quem me dera que nunca tivesse acontecido, mas aconteceu», continuou.

«Como eu disse eu estava a tentar impressionar um "tipo" que não acreditava que eu fazia parte de um gangue, estúpido não é?»

Após 10 dias, surge a resposta de Soffel, que agora vive no Havai.

«Michael A. Goodman, claramente és um homem melhor agora. Uau. A memória é uma coisa engraçada, também eu, agora, reconheço o teu nome. Desculpas aceites», escreveu Soffel.