Uma adolescente canadiana, de Mississauga, ligou para o número de emergência - 911 - alegando que tinha sido levada à força pelos pais, para ir de férias com a família. A jovem disse estar, contra a sua vontade, numa cabana em Trent Hills, na província de Ontário.

De acordo com a imprensa internacional, a adolescente de 15 anos ligou para as autoridades para se queixar.

A casa de campo ficava a cerca de 180 quilómetros de Toronto e as autoridades foram ao local para confirmar "que estava tudo bem". Quiseram garantir que todos estavam em segurança, e concluiram que não se tratava, afinal, de nenhuma emergência.

Ainda que lhe parecesse um problema, não era caso para ligar para a linha de emergência", disse Steve Bates, agente da polícia de Ontário, à CBC News. "Tratava-se apenas de uma adolescente a ser adolescente", acrescentou.

Do incidente resultou uma advertência feita à adolescente, cujo nome não foi revelado, pelo uso indevido da linha. À jovem foi explicado que aquele tipo de ligações aloca recursos que poderiam servir para garantir a segurança de outras pessoas, com emergências reais.