Esta é uma história com um final feliz… para os herdeiros. Em Viena, na Áustria, uma mulher cortou aos pedaços 950 mil euros em notas de 100 e 500 euros antes de morrer, noticia a agência EFE, nesta sexta-feira.
 
A idosa, cuja idade não foi avançada, foi encontrada morta na sua casa pelos auxiliares de ação médica que lhe prestavam cuidados de saúde, cinco dias depois de ter sido internada.
 
A fortuna em pedaços estava no quarto da mulher e se o plano era não deixar herança saiu gorado.
 
Isto porque, o Banco Nacional da Áustria abriu uma exceção, pela singularidade do caso, e aceitou substituir o dinheiro destruído.

"Se o objetivo da senhora era que nenhum dos seus herdeiros tivesse acesso ao dinheiro, então esse plano fracassou", disse fonte policial ao jornal Kurier.

"Aparentemente trata-se de uma pessoa com algum tipo de doença psíquica, que, seguramente, não sabia o que fazia. Casos assim temos entre três e cinco por ano", explicou Friedrich Hammerschmied, do Banco Nacional, em declarações à rádio pública ORF.

O caso está a ser investigado pelas autoridades.