Um repórter de televisão sabe que em direto tudo pode acontecer. A jornalista da estação local de Los Angeles, nos Estados Unidos, KTLA, não podia imaginar o caminho que ia levar uma entrevista feita durante um fogo de grandes proporções que assolava aquela região do Rancho Cucamonga, na quarta-feira.

A mulher resolveu entrevistar um homem que passava por ali, sem camisa e com um cão ao colo. «Vive aqui?» - perguntou-lhe a repórter que descrevia a aflição dos moradores ¿, ao que homem surpreendentemente respondeu: «Uau, você é muito gira, quer sair um dia destes?».

Sem hesitar, Courtney Friel, advertiu-o que estava em direto para a televisão.

Apesar dele ter afirmado que o «fogo era fantástico», a jornalista optou por desvalorizar o seu depoimento e avançou. Afinal, 1600 casas tiveram de ser evacuadas e 700 bombeiros combateram as chamas.

Courtney Friel, casada e mãe de dois filhos, acabou por responder ao convite pelo Twitter, limitando-se a dizer: «Ele não deve ter visto o meu anel», como conta o «Daily News».