Ladrão que rouba ladrão que é roubado

É, numa palavra, uma «confusão», mas aconteceu no Brasil e as câmaras de segurança apanharam não um, mas dois assaltos

Por: tvi24 / CF    |   5 de Dezembro de 2012 às 11:04


As câmaras de vigilância colocadas junto a uma farmácia, em São Paulo, no Brasil, mostram uma sequência de assaltos insólita. Um homem para o carro para, ao que se sabe, ir roubar uma farmácia. Entra em cena um segundo homem que leva o carro. Quando o primeiro regressa e está a tentar perceber o que aconteceu ao veículo, chega um terceiro que lhe arranca o saco das mãos.

O resto da história é contado na reportagem do canal brasileiro «Multishow». Maurício Ferro, mais conhecido como o «Bagulhinho», foi apresentar queixa na esquadra da polícia pelo desaparecimento do carro que, afinal, era roubado e cruzou-se com o dono da farmácia que acabara de furtar. Às câmaras , «Bagulhinho» reclama da injustiça de ter acabado preso. «A violência está tanta que você sai para roubar e volta mais pobre ainda. A gente não pode levar a vida nem desonestamente». Diz que tanto o dinheiro como o carro eram seus porque são «frutos da sua falta de emprego».
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Ladrão que rouba ladrão (Youtube)
Ladrão que rouba ladrão (Youtube)
COMENTÁRIOS

PUB
Sócrates fala, nega tudo e diz que MP é que cometeu um «crime»

«Falsas, absurdas e infundamentadas». É assim que o ex-primeiro-ministro classifica as suspeitas de ilícitos criminais pelas quais foi detido e preso preventivamente, numa declaração por escrito enviada ao «Público» e à TSF. Diz que a sua detenção foi uma «infâmia» e a prisão preventiva uma «humilhação gratuita». Deixa, ainda, uma mensagem ao PS e termina dizendo que o processo «só agora começou»