Um quadro único de Paolo Porpora, pintado no século XVII, teve de ser reparado, depois de uma criança de 12 anos ter aberto um buraco na obra durante uma visita ao museu Huashan 1914, em Taipei, capital de Tawian, onde decorre um exposição dedicada a Leonardo Da Vinci e outros artistas inspirados no seu trabalho.

Segundo o britânico “The Telegraph”, o quadro com mais de 300 anos, intitulado "As Flores", pertence a um colecionador privado e está avaliado em mais de 1,3 milhões de euros.

Imagens de videovigilância mostram que o rapaz perdeu o equilíbrio, tropeçou na corda que define o limite de aproximação da obra e acabou por rasgar o quadro com uma lata de uma bebida que tinha na mão.

                     
                            "As Flores", de Paolo Porpora é restaurado em Taiwan (Foto: divulgação)

Apesar dos danos causados e dos elevados custos para reparar a obra, a família do jovem não será chamada a pagar, já que o quadro estava assegurado.

A obra de Paolo Porpora vai ser enviada esta semana para Itália, onde os vão continuar os trabalhos de restauro, confirmou a agência Focus Taiwan.