Nem os Serviços de Estrangeiros e Fronteiras britânicos deram conta de tamanho passageiro ilegal na bagagem de uma britânica regressada dos Camarões.

Para sermos rigorosos, o passageiro não era assim tão grande. Se formos ainda mais rigorosos, na verdade, não era um só passageiro clandestino que vinha no meio da tralha de Nora Serrat, ambientalista, que fez uma viagem com fins solidários à floresta daquele país africano, mas 400! Ou seja, mãe e filhos.

Muitos! Num ovo gigante.

A aranha conhecida como Huntsman, é altamente venenosa e foi levada pelos Fundação Zoológica de Londres, de acordo com o «Evening Standard».