A fundadora da escola determinou um programa para os alunos aprenderem coreografias aquáticas. Existem quatro níveis: os iniciantes enquadram-se no bronze, depois segue-se a prata, o ouro e, finalmente, a platina, para os mais experientes.

Natalie Soh, uma ex-nadadora de Singapura e aluna da nova escola, considera que a tarefa mais difícil quando usa a cauda de sereia é não dobrar os joelhos. 

 

“Entra-se num estado de espírito onde pode ser-se qualquer coisa que se deseje... Sentimo-nos aceites e amados numa grande comunidade”.

No Youtube estão disponiveis alguns vídeos das aulas.