Uma mulher foi picada na mão por um escorpião quando estava a bordo do avião da Alasca Airlines que fazia a ligação de Los Angeles para Portland, nos EUA.

Depois de ser picada, a mulher saiu do aparelho para receber assistência médica, mas recusou ir para o hospital.

«A mulher foi uma verdadeira campeã. Agiu como se fosse uma picada de mosquito. Tiraram o veneno, mas o ferrão estava preso», contou o treinador da equipa de basquetebol da Universidade de Oregon, que viajava no mesmo voo, ao The Guardian..

Enquanto a mulher era assistida, a tripulação conseguiu matar o animal e garantir que mais nenhum escorpião estava dentro do avião. No entanto, a passageira acabou por não embarcar no mesmo avião.

Desconhece-se como o escorpião terá entrado no avião que provinha de Los Cabos, no México.