A vendedora de instrumentos musicais Midori Kawamiya, de 34 anos, foi detida no Japão por um incidente após o divórcio. Inconformada com a separação, invadiu o apartamento do ex-marido, um norueguês de 62 anos, e destruiu-lhe a coleção de violinos avaliada em cerca de 813 mil euros. Em casa, o homem tinha 54 violinos e 70 arcos, uns comprados e outros feitos por ele próprio.

O caso aconteceu em 2014 em Nagoya, mas a mulher foi presa esta terça-feira, após retornar a Tóquio vinda da China. A mulher admitiu ter invadido o apartamento do ex-marido, mas negou ter destruído os instrumentos.

O marido era não apenas colecionador, mas também fabricava os instrumentos. O artigo mais valioso da coleção era um violino italiano, avaliado em 38 mil euros.

De acordo com a acusação, a mulher invadiu o apartamento através de uma janela que partiu, quando o ex-marido estava numa viagem de negócios.