O comissário-chefe da Polícia Metropolitana de Londres (MET), Bernard Hogan-Howe, afirma que os agentes que não estiverem em forma e que não passem as provas físicas vão ser despedidos.

O agente mais velho da polícia britânica e chefe da MET disse, numa entrevista à revista Radio Times, que a polícia “não tem trabalho” para polícias com excesso de peso ou fora de forma. Bernard Hogan-Howe, com 57 anos, diz que passou os testes físicos sem preparação.

“Estar em forma é um dever dos agentes”, afirma na entrevista, acrescentando que os polícias que peçam para repetir as provas devem ser despedidos.

As provas físicas anuais são obrigatórias desde 2014 e segundo o The Guardian, consistem em corridas de curta distância, ao som de um apito. Para quem suspenda estas provas, em Inglaterra e no País de Gales, será dado tempo para perder peso e recuperar a forma. Segundo o chefe da MET, muitos agentes foram suspensos, mas “nenhum foi ainda despedido”.

"Temos um compromisso com os nossos colegas e, se alguém te pede ajuda, precisa de alguém que esteja em forma, não de uma pessoa que chegue sem fôlego e demasiado tarde", afirmou Hogan-Howe, acrescentando que na sua opinião "o nível está demasiado baixo e deveria aumentar, já que é muito fácil aprovar o teste".

As taxas de êxito são elevadas, em Inglaterra e Gales, mas mostraram que centenas de polícias chumbaram nos exames. Contudo, os resultados definitivos só serão divulgados em setembro.