logotipo tvi24

Navio de guerra vai ser um museu subaquático

Corveta está a ser descontaminada, antes de ser afundada

Por: Redacção    |   2012-07-01 17:32

Estão quase concluídas as obras de descontaminação do primeiro navio de guerra que vai ser afundado para criar um museu subaquático no Algarve. Para trás, ficam cinco meses de trabalho para dar uma nova vida à corveta de 85 metros.

Chegou às águas portuguesas há 40 anos. A «Oliveira e Carmo», uma corveta construída para guerra é agora esperança de vida. Oferta da marinha para um projeto de criação de um museu subaquático na costa algarvia ao largo de Portimão é o primeiro dos quatro navios que vão ser afundados.

Desmantelada peça por peça há cinco meses, já viu sair das suas entranhas mais de 280 toneladas de materiais perigosos e ainda há trabalhos a decorrer. O museu subaquático algarvio vai ter quatro navios de guerra afundados a apenas três milhas da costa.

Uma aposta em algo inédito que é também um convite a um novo segmento de turistas para o Algarve.

Partilhar
EM BAIXO: Navio de guerra vai transformar-se em museu subaquático
Navio de guerra vai transformar-se em museu subaquático

Dezenas de trabalhadores em protesto no Hospital de Santa Maria
Muitos saíram em busca de melhores condições de trabalho noutros países e outros por reforma ou aposentação antecipada
Fenprof exige demissão de ministro da Educação
A Fenprof anunciou igualmente que vai apresentar uma queixa-crime contra o diretor-geral dos estabelecimentos escolares
Ministério tenta travar reuniões sindicais à hora da prova docente
Tendo enviado informação às escolas a indicar que os plenários apenas podem acontecer a partir das 14:00
EM MANCHETE
Ricardo Salgado detido e constituído arguido
Ministério Público confirmou a detenção e envolvimento na operação Monte Branco. Em risco, a destruição de documentos. Ex-presidente do BES estaria a efetuar chamadas encriptadas
«Há mais informação relevante sobre o BES que não foi tornada pública»
TAP cancela 48 voos em quatro dias