logotipo tvi24

Navio de guerra vai ser um museu subaquático

Corveta está a ser descontaminada, antes de ser afundada

Por: Redacção    |   2012-07-01 17:32

Estão quase concluídas as obras de descontaminação do primeiro navio de guerra que vai ser afundado para criar um museu subaquático no Algarve. Para trás, ficam cinco meses de trabalho para dar uma nova vida à corveta de 85 metros.

Chegou às águas portuguesas há 40 anos. A «Oliveira e Carmo», uma corveta construída para guerra é agora esperança de vida. Oferta da marinha para um projeto de criação de um museu subaquático na costa algarvia ao largo de Portimão é o primeiro dos quatro navios que vão ser afundados.

Desmantelada peça por peça há cinco meses, já viu sair das suas entranhas mais de 280 toneladas de materiais perigosos e ainda há trabalhos a decorrer. O museu subaquático algarvio vai ter quatro navios de guerra afundados a apenas três milhas da costa.

Uma aposta em algo inédito que é também um convite a um novo segmento de turistas para o Algarve.

Partilhar
EM BAIXO: Navio de guerra vai transformar-se em museu subaquático
Navio de guerra vai transformar-se em museu subaquático

Hospital Garcia de Orta considera denúncia «alarmismo desnecessário»
Diretores de serviço denunciam situações graves
Diretores de serviço do Garcia de Orta denunciam situações graves
42 subscreveram documento que revela adiamento de cirurgias, consultas e exames por falta de profissionais e equipamentos ultrapassados.
Portuguesa assassinada em Nova Iorque
Mulher de 36 anos vivia desde os 20 nos Estados Unidos
EM MANCHETE
«A campeã das políticas do Eurogrupo»
Santos Silva fala da escolha de Maria Luis Albuquerque para próxima Comissária Europeia
«Estamos tão dependentes da troika como estávamos»
PS: mais de 21mil simpatizantes já se inscreveram online