O manifestante que desmaiou e teve de ser socorrido no momento em que a escadaria do Parlamento foi tomada de assalto por dezenas de indignados acusa a polícia de o ter agredido.

Manuel Villaverde, espanhol, disse à TVI que foi «agredido por um agente da polícia», uma versão que contraria a PSP.

«Acabei por desmaiar, mas esse não é o começo da história. O começo da história é que fui agredido por um agente da polícia. Depois caí no chão. Antes disso fiquei nervoso e a partir daí foi quando desmaiei. Primeiro fui agredido por um agente da polícia. Eu estava com as mãos levantadas e nesse momento saíram três agentes da polícia , fora da grade e começaram a empurrar as pessoas. As pessoas que estavam atrás de mim, como forma de defesa, foram para a frente e e fui contra a grade. O polícia abriu essa grade e eu caí. Quando o polícia a fecha, agride-me com a grade e diz: "Vai para o teu país"».

A manifestação deste sábado juntou cerca de cem mil pessoas em Lisboa, segundo dados da organização. Esta segunda-feira, cerca de uma vintena de manifestantes ainda se encontra no largo de São Bento, frente à escadaria da Assembleia da República.