logotipo tvi24

Empresa ofere emprego, mas paga em géneros

Jovem recusou salário em produtos capilares

Por: tvi24 / CLC    |   2012-04-24 23:16

O desemprego e os novos casos de exploração no trabalho são cada vez mais uma preocupação, especialmente para os jovens.
 
Três amigos juntaram-se para formar o «movimento dos desempregados» e realizam ações de sensibilização à porta dos Centros de Emprego do país.
 
Uma decisão tomada depois de um deles ter tido uma proposta de trabalho em que o pagamento não era em dinheiro, mas sim em produtos capilares.
 
Foi a gota de água para Nelson Castro. Licenciado em cinema, vídeo e comunicação multimédia, candidatou-se a um trabalho como operador de câmara, mas o pagamento era em produtos capilares.

 
Com os Centros de Emprego do país a rebentarem pelas costuras, com a indignação pela falta de emprego e condições de trabalho, estes jovens juntaram-se para realizar ações de sensibilização à porta dos Centros de Emprego do país. Entregam panfletos informativos com a intenção de mobilizar outros desempregados e passar à luta nos dias feriado de 25 de abril e 1 de maio.

Partilhar
EM BAIXO: Desempregados
Desempregados

Noivos mudam local do casamento por causa da caça ao homem
Suspeito de matar duas mulheres em Valongo dos Azeites, Viseu, continua a monte e espalhando terror na vizinhança
Corpos dos três pescadores mortos no naufrágio transladados no sábado
Dois portugueses sobreviveram e outros dois estão desaparecidos
Homem que baleou quatro mulheres tem mais alvos
Autoridades acreditam que Manuel Baltasar ainda está na região. Ex-mulher e filha foram feridas com gravidades, enquanto ex-sogra e uma tia morreram
EM MANCHETE
Padre «já fez o funeral a 92 homens do mar»
Naufrágio de pesqueiro pode estar ligado a «excesso de carga». Corpos chegam este sábado a Caxinas
Capitão do ferry pediu «desculpa» pelo naufrágio
Sismo de 7.5 com aviso de tsunami