logotipo tvi24

Empresa ofere emprego, mas paga em géneros

Jovem recusou salário em produtos capilares

Por: tvi24 / CLC    |   2012-04-24 23:16

O desemprego e os novos casos de exploração no trabalho são cada vez mais uma preocupação, especialmente para os jovens.
 
Três amigos juntaram-se para formar o «movimento dos desempregados» e realizam ações de sensibilização à porta dos Centros de Emprego do país.
 
Uma decisão tomada depois de um deles ter tido uma proposta de trabalho em que o pagamento não era em dinheiro, mas sim em produtos capilares.
 
Foi a gota de água para Nelson Castro. Licenciado em cinema, vídeo e comunicação multimédia, candidatou-se a um trabalho como operador de câmara, mas o pagamento era em produtos capilares.

 
Com os Centros de Emprego do país a rebentarem pelas costuras, com a indignação pela falta de emprego e condições de trabalho, estes jovens juntaram-se para realizar ações de sensibilização à porta dos Centros de Emprego do país. Entregam panfletos informativos com a intenção de mobilizar outros desempregados e passar à luta nos dias feriado de 25 de abril e 1 de maio.

Partilhar
EM BAIXO: Desempregados
Desempregados

Hospital Garcia de Orta considera denúncia «alarmismo desnecessário»
Diretores de serviço denunciam situações graves
Diretores de serviço do Garcia de Orta denunciam situações graves
42 subscreveram documento que revela adiamento de cirurgias, consultas e exames por falta de profissionais e equipamentos ultrapassados.
Portuguesa assassinada em Nova Iorque
Mulher de 36 anos vivia desde os 20 nos Estados Unidos
EM MANCHETE
BES financiou clientes na condição de investirem no Grupo
Na prática, um mesmo cliente contraía dois créditos: um para as suas necessidades, outro para financiar o GES
Hospital São João aumenta cirurgias e reduz tempo de espera
Lucro da EDP Renováveis cai 32% no 1.º semestre